SANTHIFLEX: DA RPG À RPP

Da RPG à RPP: O método Santhiflex® no tratamento dos problemas postural e articular

RPP significa Reeducação Postural Psicomotora, que tem no método Santhiflex® sua mais moderna expressão. Desenvolvido a partir de profundos estudos nas áreas relacionadas com o movimento humano, este método é considerado por muitos pacientes e fisioterapeutas uma evolução na área dos transtornos músculo -articulares que afetam a postura corporal.

Havendo praticado por muitos anos o método de Reeducação Postural Global, conhecido como RPG, ajudei a difundi-lo no Brasil na década de 90, contribuindo para a formação de fisioterapeutas brasileiros com o francês Philippe Souchard, no Instituto de Reeducação Postural (IRPOS), na Bahia, do qual era sócia fundadora.

Contudo, à medida que aprofundava nos estudos da Osteopatia, da Bioenergética e de alguns sistemas orientais de saúde, me deparei com muitas questões não respondidas pelo protocolo da RPG, enquanto método  supostamente global. Apesar da relativa satisfação com os bons resultados da RPG sobre os métodos convencionais da época, me coloquei ao lado de alguns pacientes que desejavam uma abordagem mais integral de seus problemas físicos. E esta inquietação me levou à Universidad Nacional de San Martin, Argentina, onde defendi a tese de que os desvios posturais podiam coexistir com problemas de ordem psíquica, observando este fenômeno em adolescentes escolares brasileiros. Do doutorado em Cinesiologia pude chegar à psicomotricidade e sua interação com os desvios de eixo corporal, tanto a nível da coluna, como nos demais segmentos do corpo humano.

Dessa forma é que cheguei ao método Santhiflex® de RPP acrescentando mais 25 posicionamentos e sequências, denominadas modelos neuropsicomotores, ao protocolo da RPG, composto de apenas 05 posturas de alongamentos. O objetivo geral do novo método é trabalhar em estática e em dinâmica as cadeias miofasciais, a respiração, a coordenação motora, a lateralidade, a propriocepção, o equilíbrio e o bem-estar interior.

Mas o diferencial entre a RPG e a RPP Santhiflex® não termina no acréscimo dos posicionamentos posturais. Além de trabalhar as cadeias musculares retas, como a RPG, o método Santhiflex agregou o trabalho das cadeias miofasciais responsáveis pelas rotações e inclinações do corpo e seus segmentos.   Apesar do incremento de força e flexibilidade presentes no seu protocolo, o profissional capacitado na RPP associa à esta abrangente cinesioterapia, a manipulação de pontos energéticos corporais, baseada na teoria dos pontos marmas[1],  recorrendo ainda ao uso de óleos essenciais e pedras especiais, para a mais completa e rápida liberação miofascial.

Outro avanço do Santhiflex® é relativo aos seus instrumentos, como o divã reclinável, que permite uma liberação maior das cadeias de músculos e estruturas periarticulares. Também o triangulo para a postura em decúbito ventral e o uso de espaldar e rolos constituem outros importantes diferenciais entre a RPP (Método Santhiflex®) e a RPG. Com estes recursos e uma melhor qualidade de avaliação e interação terapeuta-paciente, se chega mais rápido aos objetivos principais do tratamento com o método. Entre estes objetivos, se destacam a reorganização da postura, eliminação das tensões e dores musculares. Na requalificação dos gestos, atitudes e posturas, se busca também observar incremento na qualidade de vida e no bem estar interior.

Em 2007 se registrou a denominação Santhiflex®  para assegurar a fidelidade de transmissão dos conhecimentos sistematizados no método, garantindo, assim, a qualidade de sua prática. Desde então, tenho capacitado fisioterapeutas na RPP, no Centro Santhiflex de Reeducação Postural Psicomotora (CESARPP Ltda) em Salvador Ba.

 

Sobre a autora: Dra. Olívia Santos Pereira

Fisioterapeuta, Doutora em Cinesiologia e Fisiatria (UNSAM – Argentina revalidado pela UFBa – Brasil) Especializada em Psicomotricidade (UCAM-AVM / RJ); Professora de Cinesiologia, Biomecânica, Anatomia.

Diretoria técnica e científica do Cesarpp, Salvador, Ba. Brasil.

OBS* http://lattes.cnpq.br/1400474309591874

 

[1] Antigo conhecimento da medicina ayurvédica tradicional da Índia, que refere cerca de 107 pontos de energia no corpo humano relacionados com a vitalidade e funcionamento psicofísico de todos os órgãos e sistemas.